JOVEM APRENDIZ

Lei 10.097/2000

O programa de aprendizagem proposto pelo governo prevê que empresas de qualquer natureza a cima de 07 funcionários tem por dever cumprir uma cota de aprendiz em seu quadro de funcionários sendo ela 5% no mínimo e 15% no máximo.

A INCLUDE em parceria com entidades qualificadoras promove a seleção, encaminhamento e capacitação desses jovens de acordo com a área de atuação de cada empresa, oferecendo cursos devidamente validados no Ministério do Trabalho, instrutores qualificados para as matérias específicas, acompanhamento pontual dos jovens e feedback as empresas.

Objetivo:

Qualificar profissionalmente o aprendiz com os cursos validados no Ministério do Trabalho específicos nas seguintes áreas:

- Aprendiz de Serviços Administrativos.
- Atendimento e Comercio.
- Auxiliar de Logística.
- Operador de Telemarketing Ativo e Receptivo.
- Aprendiz em Construção Civil.
- Auxiliar de Produção.
- Cobrador de Ônibus e Fiscal de Linha.
- Aprendiz de Porteiro



Foto: online.nebraska.edu